PORTIFÓLIO ATUALIZADO

AMAZONA TATTOO

Minha foto
Rua Araguari, 525 lj 20,em frente a Loja do Cruzeiro no city Shopping TEL: 33172539. E-MAIL aamazonatattoo@yahoo.com.br FACEBOOK: benaia.amazonatatuadora@facebook.com

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Periodo de cicatrização

Periodo de cicatrização


CICATRIZAÇÃO NORMAL DO PIERCING

  • Pode ocorrer coceira, vermelhidão ou mesmo um pequeno hematoma por algumas semanas;
  • Pode ocorrer sangramento nos primeiros dias, especialmente em perfurações genitais;
  • Pode ocorrer secreções ou mesmo a formação de casquinhas ao redor da jóia, “ isso não é pus”;
  • ü Atritos causados por roupas apertadas, pesadas ou movimentos excessivos podem causar quelóides, irritação da pele, formando um vermelho escuro ao redor do piercing e até levar a uma rejeição;
  • Evite sauna, piscina, banho de mar, lagoa, excesso de sol;
  • Use sempre roupas limpas e confortáveis;
  • Evite roupas justas que fiquem em contato com o piercing, pois dificultam a respiração da pele;
  • Não se submeta a nenhum atrito com seu piercing;
  • Stress, má alimentação, uso de drogas e álcool ou doença podem prolongar o período de cicatrização;
  • Nunca deixe outra pessoa tocar no seu piercing sem lavar as mãos;
  • Não tenha contato com fluídos de outras pessoas. Ex.: Suor, saliva, secreções, sangue, etc.
  • Deixe à distância de seu piercing, cosméticos, bronzeadores, perfumes, roupas de cama suja, aparelhos de telefone (piercing na orelha) ou qualquer objeto sem higiene.


"AS INFECÇÕES SÃO CAUSADAS PELO CONTATO COM BACTÉRIAS, FUNGOS E OUTROS SERES PATOGÊNICOS QUE ESTÃO EM TODOS OS LUGARES. POR ISSO PREVINA-SE".

O QUE VOCÊ NÃO PODE APLICAR NO PIERCING

  • ÀLCOOL
  • ÁGUA OXIGENADA
  • MERTIOLATE
  • MERCÚRIO
  • POMADAS, NEBACETIN, MINANCORA, FIBRASE E ETC.
  • QUALQUER OUTRO PRODUTO NÃO INICADO PELO PROFISSIONAL.

"INFECÇÕES E INFLAMAÇÕES SÃO RARAS, PORÉM PODEM ACONTECER DEVIDOS AOS MAUS TRATOS."

ALGUNS SINTOMAS COMO:

  • Se estiver muito inchado e latejando;
  • Se estiver vermelho escuro e sensação quente ao redor do piercing;
  • Descarga anormal de fluídos amarelo, verde ou cinza (pus);
  • Muita dor.

O QUE FAZER

  • Não retire a jóia;
  • Procure imediatamente o profissional que aplicou o piercing ou a ajuda de um medido.

REJEIÇÃO

  • A rejeição pode ocorrer se:
    • A perfuração for muito superficial;
    • Jóia inadequada (tamanho, calibre, diâmetro e modelo).;
    • Maus tratos ou produtos inadequados na fase de cicatrização;
    • O local escolhido para o piercing não corresponde a anatomia ou tipo de pele para comportar a jóia no corpo.

Todas as pessoas são diferente, por isso o período de cicatrização pode mudar de pessoa para pessoa.
Você só poderá trocar a jóia ou retira-la quando o piercing estiver completamente cicatrizado. Isso vale também para alargar a perfuração.

Origens do piercing


ORIGEMS DO PIERCING



Piercing, assim como a tatuagem, é uma forma de modificar o corpo humano.

No piercing, normalmente fura-se a pele a fim de introduzir peças de metal esterilizadas.

O piercing é utilizado por diversos povos.

Os papues da Nova-Guiné, por exemplo, centram a sua decoração no nariz, as decorações corporais, servem para conferir ao indivíduo as virtudes do animal de que provém esses adornos.

Já os kayapós, perfuram as orelhas dos recém-nascidos e o lábio inferior dos mais pequenos. O chefe kayapó tem o direito de ostentar um adorno labial de quartzo nas cerimônias particulares, diferenciando-se dos seus congeneres.

Para os esquimós do Alaska, o piercing do lábio significa o momento da transição para o mundo adulto e significa que a criança se tornou um caçador.

Na Índia é muito comum, sobretudo as mulheres, furarem o nariz, o septo nasal e as orelhas.

O piercing da ala do nariz é proveniente da Índia, onde se reservava às castas mais altas, já o septo nasal perfurado é originário da Nova-Guiné.


Na época dos faraós, o piercing no umbigo era exclusivo da família real. Os antigos maias praticavam a arte da perfuração, furando os lábios, o nariz e as orelhas.


Existem diversos materiais para as jóias. Apesar de normalmente se dizer que o mais indicado é o aço cirúrgico, tal não é verdade. O ideal será usar material como o Titânio ou mesmo o Teflon por serem menos reativos e assim produzirem uma menor resposta imunológica, que desencadiaria uma alergia ou inflamação. Não é recomendavel o uso de ouro, pois dependendo do sistema imunológico da pessoa, pode ocasionar alguma reação alérgica.


A LIBÉLULA

Dissipe todas as ilusões
E traga visões de poder
Não na necessidade de prová-lo À hora é agora!
Saiba, acredite!
O Grande Espírito intercede
Alimentando, abençoando, e
Satisfazendo todas as necessidades.

Libélula - ILUSÃO

A energia da Libélula relaciona-se com os sonhos e as ilusões que aceitamos como sendo realidade concreta. A iridescência das asas da Libélula nos desvela cores fascinantes, bastante diversas daquelas que sempre encontramos na vida cotidiana. A energia, a forma e as cores sempre cambiantes da Libélula explodem na mente do observador, evocando um tempo pretérito em que imperava a magia.

Algumas lendas afirmam que a Libélula foi um dia um Dragão, com escamas coloridas similares àquelas encontradas nas asas da Libélula. O Dragão era muito sábio e voava pela noite escura, espargindo a luz com seu hálito de fogo. Foi seu hálito de fogo que trouxe para nosso mundo a arte da magia e a ilusão de mudar de forma. Todavia, chegou o dia em que o Dragão sucumbiu à própria ilusão ao deixar-se enganar pelo ardiloso Coiote, que o convenceu a mudar de forma para provar que possuía de fato poderes mágicos. O Dragão aceitou o desafio do Coiote, adquirindo a forma que tem hoje a Libélula, mas, ao aceitar este desafio movido pela vaidade, o Dragão perdeu seus poderes mágicos e não pôde mais retomar à sua forma primordial.

A Libélula expressa a essência dos tempos de mudança, das mensagens de iluminação e sabedoria, e a comunicação com o mundo dos elementais - composto por uma miríade de pequenos espíritos da natureza, presentes nas plantas, na terra, no fogo, na água e no ar.

Se a Libélula voou para suas cartas, isto é sinal de que você pode ter esquecido de regar suas plantas. Ou, talvez, em outro nível, que você pode ter se esquecido de agradecer a dádiva representada pêlos alimentos que sustentam seu corpo tísico. E, na dimensão psicológica, indica que você precisa se livrar das ilusões que o estão garroteando, limitando suas idéias e seus empreendimentos.

A carta da Libélula sempre indica a necessidade de reavaliar padrões de comportamento que devem ser quebrados para que você possa evoluir. Ela pode, por exemplo, adverti-lo de que está negligenciando sua aparência a ponto de vestir-se como um espantalho ou de deixar-se engordar em demasia. Será que você está verdadeiramente se ] empenhando em obter as mudanças e os progressos que ambiciona | para sua vida? Use a energia da Libélula para escapar dos caminhos enganosos e enveredar pela senda da transformação.

Lembre-se de que as coisas jamais são exatamente aquilo que parecem ser e tente perceber de que forma voe? pode empregar as artes do ilusionismo para resolver seus problemas

Se tem libélula, a água está limpa

Quem tiver dúvidas quanto à qualidade da água de um rio ou lago pode fazer o "teste da libélula", que consiste na simples observação se há libélulas na área. Todo rio ou lago com águas limpas tem libélula. No entanto, a menor alteração físico-química da água ou do ar já será suficiente para expulsá-las, além de impedir que dos ovos saiam novas larvas. Deste modo, a presença do inseto funciona como um excelente bioindicador da qualidade do meio ambiente. A grande ameaça à vida das libélulas é a poluição ambiental. Na água, a poluição provoca mudanças drásticas em suas características físicas, como os sedimentos em suspensão, e químicas, tais como alteração do PH, da condutividade e do nível de oxigênio dissolvido na água. No ar, ocorrem processos semelhantes, incluíndo as mudanças climáticas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...